Diferente dos demais testes que estamos habituados, no psicotécnico não existe resposta certa ou errada. Mas tudo o que você fizer durante a prova vai traçar a sua personalidade e habilidades. Por isso, antes de começar as aulas de direção, você precisa passar por essa etapa. Hoje, você descobre como funciona o exame psicotécnico para emitir a  Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Pontos avaliados durante o exame psicotécnico

Para entender como funciona este teste, precisamos compreender o que está sendo avaliado e porque essa prova se faz necessária. 

Ao realizar o teste, as pessoas que estão começando o processo para se tornarem aptos na condução de veículos são observadas por um psicólogo especializado. Ao longo da prova são analisados pontos da personalidade e da capacidade de tomadas de decisões. Para isso, são usadas uma série de atividades cognitivas. 

A aplicação desse teste é exigida para que, antes mesmo de começar as aulas práticas, a pessoa que deseja tirar a Carteira de Motorista seja atestada como apta para lidar com situações de estresse e ansiedade. Uma vez que no trânsito, essas sensações são bastante presentes. 

O psicotécnico é exigido pelo DETRAN (Departamento de Trânsito) em todo o país. Ele avalia as habilidades cognitivas e lógicas do candidato. Além de averiguar as características de aptidão e raciocínio visual.

Alguns dos pontos analisados durante o teste são expressões físicas apresentadas ao longo da prova. Os psicólogos devem se atentar se há sudorese (quando a pessoa está suando muito), movimentos intensos, elevação do tom de voz, gagueira, dificuldade de falar, profundidade do olhar, agressividade, entre outras observações. 

As atividades mais comuns aplicadas pelos psicólogos durante o exame psicotécnico são: uma redação simples com algumas perguntas sobre a pessoa, um teste rápido de memória que utiliza figuras lúdicas, além do chamado “teste do pauzinho” em que a pessoa deve fazer uma sequência de riscos em determinada área da prova. 

Como se preparar para o exame psicotécnico

Você não precisa se preocupar com os estudos para essa prova. O teste psicotécnico não cobra conhecimentos específicos sobre trânsito, mecânica ou qualquer assunto relacionado a CNH. 

Essas informações serão cobradas apenas na fase posterior, durante as aulas no Centro de Formação de Condutores (CFC) em uma auto escola. Mas, para chegar até esse ponto, primeiro é necessário cumprir com o exame de vista e o teste psicotécnico. Esse que é feito em locais sem ligações ou interferência das auto escolas. 

Caso você não se saia bem ao longo do exame e venha reprovar, a resolução 425/12 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) estabelece que é possível pedir uma refação da prova em até 30 dias.

Ao terminar o exame você pode ser classificado em três categorias. A primeira é apto, ou seja, você pode passar para a próxima fase rumo a emissão da sua CNH. 

A segunda é temporariamente inapto, que significa que o seu desempenho psicológico não é ideal no momento, mas que essa é uma situação passageira e em breve você poderá refazer o teste. 

A terceira classificação é totalmente inapto. Logo, fica concluído que você não apresenta as habilidades emocionais e motoras mínimas para tirar a carteira de motorista.

Para não ser classificados nestas últimas colocações, você pode se preparar seguindo as seguintes dicas:

1- Cuidados no pré-prova 

No dia anterior ao seu teste, procure não ingerir bebidas alcoólicas ou entorpecentes. Para você estar disposto e bem ao longo do exame, mantenha uma boa alimentação e dê preferência a alimentos leves. Além disso, é indicado dormir cedo na noite que precede a prova. 

Outra dica importante que pode te ajudar é evitar passar muito tempo no celular, computador ou assistindo televisão. Fazer essas atividades próximo ao horário da prova pode te atrapalhar. 

2 – Exercite a mente

Para se sair bem no exame psicotécnico, você pode praticar alguns exercícios mentais no dia da prova. Para isso, tente fazer atividades simples que você não está acostumado, como ler um texto de trás para frente ou se vestir de olhos fechados. 

Para treinar o cérebro você também pode tentar ver as horas com um relógio voltado para o espelho, tentar escrever com a mão que você normalmente não usa para isso e, também, escovar os dentes com as duas mãos. 

3- Fique tranquilo

No dia do exame, tire um tempo para se concentrar. Saiba que os examinadores não esperam que você cumpra as tarefas com perfeição, pois isso não existe. 

Por se tratar de um teste psicológico, será avaliado apenas a sua capacidade de atenção, o raciocínio e a memória. Portanto, faça o exame da maneira que se sentir confortável, sem exigir demais de você, coisa que pode te deixar ainda mais nervoso e prejudicar o desempenho. 

A importância do exame psicotécnico para um trânsito seguro

Desde 2012, o Conselho Federal de Psicologia (CFP) considera que a aplicação de testes psicotécnicos deve ser realizada apenas por psicólogos profissionais e em regime presencial. Desse modo, não são válidos exames virtuais. 

Essa medida tem como objetivo garantir que as pessoas testadas tenham comprovação real de suas habilidades. Pois a segurança no trânsito depende de motoristas que conseguem manter o controle mesmo em situações estressantes.

Durante a pandemia, as auto escolas estão fechadas para evitar aglomeração, assim como as clínicas psicológicas. Desse modo, os exames psicotécnicos também sofreram suspensão temporária segundo a Deliberação Nº 185, de 19 de março de 2020, veiculada no Diário Oficial da União.  

No entanto, você que deseja obter a CNH pode ir se preparando para o momento do exame psicotécnico. Para isso tenha conhecimento sobre os locais adequados onde você pode averiguar as suas habilidades. 

No Distrito Federal, você encontra três clínicas com profissionais sérios e gabaritados para aplicar o teste. 

A Clínica Holopsis é credenciada pelo Detran-DF para obtenção, renovação e adição de categoria da Carteira de Habilitação Nacional de Trânsito. No momento, está funcionando com pré-agendamentos. Para entrar em contato ligue para (61) 3245-4394, (61) 3345-2467, (61) 3346-4499 ou clique aqui.

Outro local de confiança é a Clínica Clined, também credenciada pelo Detran-DF para obtenção, renovação e adição de categoria da CNH. O telefone de contato é (61) 3335-5777. Conheça mais sobre a Clined clicando aqui. 

Por fim, você também pode fazer o agendamento do seu exame psicotécnico na Top Clínica. Assim como as demais, ela é credenciada pelo Detran-DF para obtenção, renovação e adição de categoria na sua Carteira de Motorista. Clique aqui para conhecer a Top Clínica ou ligue para (61) 3468-6866. 

Compartilhe!