Grandes negócios, grandes responsabilidades. Vamos falar sobre os equipamentos de segurança obrigatórios para grandes empresas. No blog de hoje você confere o que não pode faltar em uma corporação para que os funcionários e demais frequentadores do local tenham 100% de segurança. 

Para começar, vamos estabelecer o que são essas grandes empresas. Porque elas são diferentes dos micro, pequenos e médios negócios e como seguir a risca as recomendações oficiais que garantem ambientes sem riscos. 

Grandes empresas 

Ao pensar em grandes instituições é comum imaginar prédios altos, fábricas enormes, franquias em diferentes países e demais exemplos de corporações de grande porte. 

No entanto, não é o tamanho que classifica uma empresa, mas sim o seu faturamento anual. Segundo dados da Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária – podemos dividir o grupo dos grandes empreendimentos em dois. 

Sendo o Grupo I para Empresas de Grande Porte que têm faturamento anual superior a R$  R$ 50.000.000,00.

E o Grupo II para Empresa de Grande Porte com faturamento anual igual ou inferior a R$ 50.000.000,00.

Essas classificações são legisladas pela Medida Provisória nº 2.190-34/2001, que regula atuação da Anvisa e suas classificações em todo território nacional.

Como criar ambientes seguros em grandes negócios 

Aqui no blog da TFI, você conferiu quais são os dispositivos que não podem ficar de fora quando o assunto é a proteção de vidas e de patrimônio de pequenas e médias empresas. Caso você ainda não tenha lido, é só clicar aqui e acessar o texto completo.

Desse modo, vamos expandir esses conhecimentos e conhecer quais são equipamentos de segurança obrigatórios para grandes empresas. 

Logo, é indispensável saber o porque os dispositivos de segurança desses locais podem divergir dos estabelecimentos de menor porte. Essa diferenciação se dá, principalmente, por conta da área de atuação das empresas.  Normalmente, grandes organizações trabalham com maquinário mais pesado, com ambientes mais insalubres ou produtos de maior valor, como é o caso das instituições bancárias. 

No entanto, é importante ressaltar que a segurança não é optativa em nenhum desses negócios. Cumprir com as medidas de proteção é regra tácita para que não haja danos e prejuízos, principalmente, à vida. 

Assim, para criar um ambiente seguro em empresas, é fundamental cumprir com algumas normas federais. Vamos conhecê-las!

Norma Reguladora 12

Conhecida como NR 12, este regulamento define “referências técnicas, princípios fundamentais e medidas de proteção para garantir a saúde e a integridade física dos trabalhadores. Estabelece requisitos mínimos para a prevenção de acidentes e doenças do trabalho nas fases de projeto e de utilização de máquinas e equipamentos de todos os tipos.” 

Certamente, a NR 12 é uma das diretrizes que mais zelam pela segurança dos trabalhadores. Pois neste documentos se encontram muitos dos equipamentos de segurança obrigatórios para grandes empresas. Como você pode conferir na lista abaixo, em que retiramos um trecho da norma para exemplificar as medidas de proteção referentes ao uso de máquinas e equipamentos:

12.2. Normas de segurança para dispositivos de acionamento, partida e parada de máquinas e equipamentos.

12.2.1. As máquinas e os equipamentos devem ter dispositivos de acionamento e parada localizados de modo que:

  1. a) seja acionado ou desligado pelo operador na sua posição de trabalho; (112.009-3 / I2)
  2. b) não se localize na zona perigosa de máquina ou do equipamento; (112.010-7 / I2)
  3. c) possa ser acionado ou desligado em caso de emergência, por outra pessoa que não seja o operador; (112.011-5 / I2)
  4. d) não possa ser acionado ou desligado, involuntariamente, pelo operador, ou de qualquer outra forma acidental; (112.012-3 / I2)
  5. e) não acarrete riscos adicionais. (112.013-1 / I2)

Equipamentos de Proteção Individual (EPI)

Outra norma que você precisa conhecer para que mantenha um ambiente de trabalho seguro, é a LEI Nº 6.514, DE 22 DE DEZEMBRO DE 1977. Seu objetivo é alinhar todas as obrigações das empresas brasileiras quanto a chamada Segurança e de Medicina do Trabalho.

Neste documento você encontra diretrizes quanto aos EPIs, que são equipamentos de segurança obrigatórios para grandes empresas. 

Alguns desses dispositivos obrigatórios para negócios de grande porte são: 

  • Capacete de segurança para proteção contra impactos de objetos sobre o crânio;
  • Óculos de segurança para proteção dos olhos contra luminosidade intensa; 
  • Protetor auditivo de inserção para proteção do sistema auditivo;  
  • Respirador purificador de ar; 
  • Vestimentas de segurança que ofereçam proteção ao tronco contra riscos de origem térmica, mecânica, química, radioativa e meteorológica e umidade proveniente de operações com uso de água; 
  • Colete à prova de balas de uso permitido para vigilantes que trabalhem portando arma de fogo, para proteção do tronco contra riscos de origem mecânica. 
  • Luva de segurança para proteção das mãos contra agentes cortantes e perfurantes;
  • Manga de segurança para proteção do braço e do antebraço contra choques elétricos;
  • Braçadeira de segurança para proteção do antebraço contra agentes cortantes;
  • Calçado de segurança para proteção contra impactos de quedas de objetos sobre os artelhos; 
  • Macacão de segurança para proteção do tronco e membros superiores e inferiores contra chamas;
  • Conjunto de segurança, formado por calça e blusão ou jaqueta ou paletó para proteção do tronco e membros superiores e inferiores;
  • Cinturão de segurança para proteção do usuário contra riscos de queda em trabalhos em altura.

Para ver a lista completa de equipamentos de proteção individual, clique aqui e leia a legislação referente a esses materiais. 

Equipamentos de segurança obrigatórios para grandes empresas

Visto que já conferimos todos o equipamentos para segurança do trabalhador. Agora, vamos saber mais sobre a segurança da empresa em si.

Para que haja uma intensa e eficaz proteção das sedes, fábricas, escritórios e demais locais de uma instituição de grande porte, é fundamental contar com profissionais especializados. 

Ou seja, pessoas e empresas terceiras aptas a oferecer serviços como: vigilância patrimonial, escolta armada; monitoramento remoto e presencial; planos operacionais completos, planos de contingência, entre outros. 

Para fazer tudo isso da maneira mais eficiente possível, é preciso contar com os seguintes equipamentos:  sensores de presença para iluminação, controle de acesso, sistema de alarmes e sensores, nobreaks para manter a energia sem interrupções e câmeras de vigilância.

Se você deseja saber mais sobre as soluções de segurança para uma empresa, entre em contato com a nossa equipe de especialistas. Estamos presentes em diferentes plataformas, onde você pode nos mandar uma mensagem. Saiba tudo sobre segurança, aqui na TFI

Instagram: https://www.instagram.com/tfigroup.usa/ 

Facebook:https://www.facebook.com/totalflorida… 

Site: https://www.totalfloridainternational…  

LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/3742… 

Compartilhe!