Se você chegou até aqui é porque consegue ver no setor de segurança uma oportunidade de negócio, certo? Então, hoje, vamos te mostrar 6 estratégias de empreendedorismo em segurança que são efetivas e funcionam de verdade.

Você é um empreendedor? 

Nos últimos anos o termo “empreendedor” acabou sofrendo grande banalização. O que antes era um diferencial de peso, ganhou outra conotação. Popularmente, hoje em dia, empreender é ser dono de um negócio próprio. 

No entanto, aqui, vamos tratar dessa atividade como uma profissão levada à sério. Que demanda muito estudo, esforço, pró-atividade e, claro, postura anti-frágil. 

Ou seja, para continuar essa leitura você deve, primeiramente, se reconhecer como um empreendedor com potencial para alcançar bons resultados. Para isso, reflita sobre onde você quer chegar e se você está disposto a batalhar para isso. 

Se a resposta for positiva, continue com a gente. Pois hoje teremos uma verdadeira aula de empreendedorismo em segurança. 

1- Foco no objetivo e na realidade

O ato de empreender tem início quando surge uma ideia e você acredita nela. Nossa ideia, portanto, é levar soluções para o ramo da segurança privada. Logo, oferecer melhores opções de serviços para o mercado. 

Desse modo, o primeiro passo é traçar esse objetivo com clareza. Para isso, abandone as suas idealizações e mantenha o pé no chão. 

Empreender não é tarefa fácil. Desse modo, para chegar até o sucesso é necessário sempre estar disposto a colocar a mão na massa, em diferentes funções. 

No empreendedorismo em segurança, você deve se portar como um chefe, trabalhar como um funcionário e se comunicar como um líder. 

Vê como essas três posturas se complementam e fazem de você uma pessoa capaz de resolver problemas? 

Justamente essa habilidade de solucionar contratempos que é o diferencial de um empreendedor. Pois quem encontra saídas inteligentes para seu negócio sempre está um passo à frente da concorrência. 

Portanto, a primeira lição para empreender no setor da segurança é saber que haverá intempéries ao longo do caminho. Mas com foco e perseverança você sempre irá encontrar resultados positivos. 

2 – Legalize-se

O setor de segurança privada tem leis rígidas para controlar as tarefas dos profissionais. E isso é totalmente compreensível, uma vez que lidamos diretamente com a proteção à vida e ao patrimônio. Inclusive, com equipamentos armamentícios. 

Desse modo, o empreendedorismo em segurança exige seguir as normas reguladoras corretamente. Isso é bom para você e seus colaboradores, que estarão dentro da lei. E bom para o seu negócio, pois os clientes procuram e pagam mais para empresas de segurança que tenham certificados oficiais para exercer suas funções. 

Logo, esteja atento a essas normas reguladoras da segurança privada. Clique aqui para acessar um blog que fizemos sobre o tema e saiba quais são as leis que regem a profissão. 

3- Tenha controle financeiro

É comum que, ao dar início ao empreendedorismo em segurança, as pessoas queiram exercer suas atividades de maneira informal. Porém, quanto menos requisitos formais o seu negócio tiver, menos ele pode crescer. 

Portanto, é importante que você tenha um CNPJ para oferecer seus serviços de maneira legal.

Logo, pague os impostos regularmente. Emita notas fiscais de acordo com as orientações do seu estado. Tenha uma conta bancária como pessoa jurídica para obter máquinas de cartão de crédito, oferecendo formas de pagamento aos cliente e, também, possa solicitar empréstimos e ajudas financeiras à instituições bancárias. 

Isso tudo te ajuda nos primeiros passos do negócio e são itens importantes para que haja possibilidade de crescimento. Além, é claro, de te ajudar no controle financeiro. 

Ter domínio do seu fluxo de caixa vai fazer toda a diferença na hora de empreender. Logo, saiba separar o dinheiro da empresa das suas finanças pessoais.

4- Valores e preços 

Para que o empreendedorismo em segurança seja um caminho sólido até o sucesso, é preciso saber a diferença desses dois termos. E, mais do que isso, ter bem definido quais são seus valores e preços. 

Primeiro, trace os valores do seu negócio. Ou seja, pense nas posturas que você quer seguir e mostrar aos clientes. Você quer ter uma empresa séria, responsável, ética, profissional e comprometida? 

Então esses são os seus valores. Você deve seguí-los do começo ao fim do expediente. Além de deixar isso bem claro para os clientes e, com certeza, para a sua equipe.

Agora, quanto aos preços, a dinâmica é diferente. Para estabelecer quais são os preços dos seus serviços você precisa fazer uma pesquisa de mercado. Ver quanto a concorrência cobra para atividades semelhantes às suas. 

Estabeleça uma média com base nas empresas concorrentes e, também, faça o cálculo do quanto você vai gastar para oferecer ao cliente tal serviço. Coloque tudo na ponta do lápis e não se esqueça de adicionar nessa conta: impostos, alimentação, publicidade, aluguel da sede, contas básicas como luz, água, telefone e internet, salário dos funcionários e margem de lucro. 

É importante definir o preço dos seus serviços de maneira consistente. Assim você terá argumentos quando um cliente dizer “Está caro” e, também, poderá oferecer soluções em segurança que realmente são efetivas. 

5- Invista em comunicação

Adote estratégias de comunicação para mostrar aos clientes o seu posicionamento de marca. 

Isso significa que, para se sobressair, é preciso ser diferente da concorrência. Isso, você só mostra com trabalho duro e publicidade. 

A estratégia mais vantajosa de marketing atualmente é investir em redes sociais. Nesses locais de exposição você deve mostrar aos clientes:

  • Porque te contratar;
  • Quais os seus serviços;
  • Quais os diferenciais da sua empresa;
  • Porque é mais seguro te contratar do que a concorrência;
  • Dar prova social com depoimentos de clientes satisfeitos;
  • Qual a sua identidade visual. Cores e ícones que automaticamente remetem à sua marca.

6- Estude sempre 

Para que o empreendedorismo em segurança renda bons frutos é preciso estar em constante melhoria. Portanto, parar de acompanhar as novidades do mercado é inadmissível. 

Logo, cursos, palestras e livros não são gastos, são investimentos para a sua empresa. Isso serve tanto para você que está na liderança, quanto para seus colaboradores. Pois é importante que a equipe sempre esteja alinhada e se aprimorando. 

Clicando aqui você encontra um conteúdo completo sobre a importância de se especializar através de cursos de segurança. 

Uma ótima oportunidade para aprender empreendedorismo focado especificamente no setor da segurança privada é com o curso Credenciado de Segurança Internacional. Neste curso você encontra aulas ministradas pelo Coronel Leonardo Sant’Anna sobre todas as etapas que um bom empreendedor deve seguir para alcançar o sucesso neste ramo. 

Siga essas dicas e se torne um empreendedor impecável!

Compartilhe!