Toda profissão deve seguir um manual com normas de conduta que auxiliam nas tarefas diárias. Para os profissionais que prezam pela vida das pessoas e pela vigilância de patrimônios, é fundamental seguir o código de ética para agentes de segurança privada.

Hoje, você confere tudo sobre a ética na profissão e fica por dentro do que é considerado certo e errado na hora de atuar na segurança privada. Esse artigo é de extrema importância para você que está começando na carreira. Além de ser fundamental para veteranos que precisam revisar sempre as boas condutas da segurança.

Objetivo do código de ética para agentes de segurança privada

Ao prezar pela vida e proteger locais e bens de terceiros, um profissional da segurança acaba por ter uma posição de poder.

A segurança privada pode atuar em diferentes áreas. Como por exemplo, segurança de hospitais, vigilância de segurança pessoal privada e empreendedorismo no setor.

Desse modo, dentro do horário de trabalho, os agentes se tornam peças fundamentais para assegurar que não haja perigos. Por conta disso, estão expostos a situações de estresse e intenso desgaste físico e mental.

Portanto, é preciso seguir uma cartilha que mostre como agir corretamente, não apenas no âmbito prático, pois essa parte é legislada pelos cursos profissionalizantes. Mas, pelas normas de ética.

Cada empresa de segurança privada, ou profissional autônomo da área, tem um série de regras morais a seguir. Elas, normalmente, guiam as ações do trabalho para que não seja cometida nenhuma infração.

Um exemplo prático disso é que um código de ética para agentes de segurança privada deve falar qual a postura correta do agente durante o serviço. Nesse sentido, precisa deixar claro que é importante ter uma conduta de respeito, lealdade e honestidade.

O objetivo desse documento é assegurar uma postura íntegra. Sendo importante para gerar um ambiente sempre saudável, que oferece mecanismos institucionais para uma sociedade mais segura.

Certo x Errado

A ética é um conceito complexo. Ela anda paralelamente com a moral. Essas duas palavras são muito discutidas para garantir harmonia em todos os âmbitos da vida. No trabalho, elas garantem que serão seguidos os valores vistos como corretos.

No caso da segurança, a ética e a moral são tidas como um conjunto de hábitos que busca a melhor maneira de fazer a proteção das pessoas.

A ética é fundamental na hora que o profissional precisa tomar decisões. Certamente, ela auxilia na escolha mais correta e evita que haja erros. Como por exemplo, na hora de escolher entre proteger uma vida ou um bem material, o segurança deve lembrar que segundo o código moral, a vida das pessoas é sempre prioridade.

Por isso, é importante que as empresas de segurança construam seus códigos de ética e deixem expostos para todos os colaboradores. Nesse documento, também pode haver normas sobre como se comportar diante dos colegas, dos superiores e dos clientes.

Quanto mais ricas forem as indicações de como agir, mais chances de todos os profissionais as seguirem.

Lembrando que, é fundamental que esse código siga todas as leis do país. Ou seja, cumprir com os direitos e deveres dos trabalhadores brasileiros.

Código de ética para agentes de segurança privada da ABSEG

A ABSEG (Associação Brasileira de Profissionais de Segurança) é uma entidade que promove a capacitação, aperfeiçoamento e desenvolvimento dos agentes de segurança de todo o Brasil.

Desde 2005 age efetivamente para melhorar a qualidade dessa setor de extrema importância para a sociedade.

A ABSEG apresenta um código de ética completo e de grande ajuda para os profissionais do ramo. Nele, você encontra as principais normas de como agir durante o trabalho. Além de conhecer os princípios que todo associado deve seguir.

Algumas das principais indicações de ética são:

O Associado da ABSEG deve pautar sua conduta na probidade, justiça e integridade. Deve envidar seus melhores esforços na preservação da vida, do patrimônio e no respeito ao meio-ambiente.

O Associado deve desempenhar sua atividade profissional sempre com lealdade, respeito e honestidade, jamais utilizando ou valendo-se das informações obtidas em razão de seu trabalho em prejuízo de outrem.

O Associado compromete-se a manter o sigilo sobre todas as informações confidenciais a que tiver acesso ou tomar conhecimento.

O Associado não divulgará informações falsas, caluniosas ou difamatórias sobre seus pares, sua atuação profissional ou de seus funcionários e clientes. Sua manifestação deverá ser sempre baseada em informações e dados confiáveis.

O Associado deve manter, em relação a seus pares, funcionários, clientes e fornecedores, um tratamento de cordialidade e respeito.

Código de ética da Total Florida International

Aqui na TFI, nós seguimos um código de ética para agentes de segurança privada que prioriza o bem-estar dos clientes, parceiros e colaboradores.

Somos uma empresa focada na resolução de eventos críticos e de alto risco, a partir do trinômio liderança, desenvolvimento e segurança. Desse modo, estamos sempre cumprindo com nossos deveres seguindo a honestidade, a transparência e o respeito.

Tudo isso é possível notar através dos nossos valores: “Ética, transparência, excelência na prestação de serviços, compromisso com o cliente, entregar sempre mais e melhor do que solicitado.”

Para conhecer mais sobre a TFI e conferir as vantagens das nossas soluções de segurança, clique aqui: https://www.totalfloridainternational.com/

Compartilhe!